20090515

114R1 - Feira de ladrões

Boa noite senhor António
Boa noite senhora doutora
(a vox populi deu em chamar-me senhora doutora)
Queria marcar uma vistoria à sua casa
Quando a senhora doutora quiser
Quando é que lhe dá jeito
Eu posso sempre senhora doutora
(já lá tinha ido e não estava, sempre means when?)
Marquei com os seus vizinhos às 16h e 16h30, pode ser às 17h?
Ai não, senhora doutora, vou explicar-lhe: pode ser a qualquer hora, trabalho na câmara mas saio às 4
Então...
Depois das 4 tenho este part-time, está a ver senhora doutora, eu vou-lhe explicar...
Pronto então às 15h30
Ahh assim está bem, passo aqui com o carro da câmara e não há problema, depois às 4 vou para o part-time

5 comentários:

Majo disse...

Típico funcionário público! What else??? lol

Bjinho ;)

Rosie Dunne disse...

lol. esta disponivel a toda a hora, esta!

Donnola disse...

caro L!NGU@$: sem travessões de diálogo :P

mdsol disse...

Pois! O sr. António faz o que lhe permitem fazer e até lhe chamariam parvo se não fizesse. Certo? O interessante é verificar a diferença de atitude em relação aos dois trabalhos. Durante o trabalho da Câmara está livre e até tem transporte. Durante o part-time, já não está livre!

Balhamedeus! Balhanosdeus!
:))

Furetto disse...

Funcionários públicos...
(têm má fama por conta própria :P)